Hotéis

Hotelaria do Centro do Rio está otimista com propostas do prefeito Eduardo Paes para a região

Recentemente, o prefeito Eduardo Paes, em reunião com lideranças do Centro da cidade do Rio de Janeiro, se comprometeu a mapear áreas prioritárias do bairro para, em seguida, realizar ações de revitalização no local, como nova iluminação, limpeza, conservação, segurança e proibição do comércio irregular.

As melhorias propostas pelo governante deixaram os hoteleiros do Centro do Rio bastante otimistas. Para Ronnie Arosa, Diretor do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (Hotéis Rio) e um dos sócios do Arosa Rio Hotel, localizado na região, os turistas procuram sempre por um lugar aprazível, limpo, bem iluminado, e as medidas anunciadas têm tudo para criar um entorno muito mais aconchegante, tanto para o turista quanto para o morador. Entre os principais equipamentos turísticos da região Central estão os Arcos da Lapa, o Bondinho de Santa Teresa e o Centro Cultural Banco do Brasil.

“É um acerto do governo Eduardo Paes e nós, como hoteleiros, temos que apoiá-lo. Isso ajudará a amenizar uma das principais críticas ao bairro, que é a falta de segurança. Com lugares mais iluminados, a sensação de segurança será melhor e, portanto, ajudará as pessoas a se sentirem mais seguras ao transitar e visitar tantos lugares históricos que a região abriga. Vimos que houve na Cinelândia as primeiras ações e esperamos que se multipliquem por outras regiões do Centro da cidade”, comenta o Diretor do Hotéis Rio.

Ronnie ressalta ainda outro projeto do município, o “Reviver Centro”, que também será muito benéfico para a hotelaria local, já que ao trazer mais moradias para a região, criará um Centro da cidade com mais vida. E complementa: “É notório que cada vez mais turistas não querem simplesmente visitar um monumento e ir embora, eles desejam viver a experiência como nativos. E o projeto possibilitará criar um entorno turístico muito mais familiar e agradável a ser visitado”.

Atualmente, a hotelaria do Centro do Rio conta com 83 meios de hospedagem (hotéis e hostels), sendo 3.200 quartos. O turismo corporativo é o predominante na região, com uma ocupação em torno de 55 a 65%, podendo chegar aos 80%; seguido pelo de lazer, que varia entre 30 e 40%. No momento, a taxa média de ocupação nos hotéis do bairro está em torno dos 25%.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo