DESTINOS TURÍSTICOS NACIONAIS

*Estreia neste sábado no Fica 2024 o documentário sobre a Chapada dos Veadeiros*

Com roteiro e direção do jornalista Victor Andrade, o filme será exibido em sessão especial, que contará com bate-papo com realizadores da obra e especialistas em meio ambiente e turismo_

Os cenários paradisíacos da Chapada dos Veadeiros, a transformação e os impactos positivos causados na vida do povo Kalunga nos últimos anos com a chegada da água tratada e do ensino técnico são retratados no documentário _Chapada em Modo Avião_, que terá sua estreia durante o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) 2024, no próximo sábado (15), às 14h, no Teatro São Joaquim, na cidade de Goiás, com entrada gratuita.

O jornalista Victor Andrade assina o roteiro e a direção da obra; Douglas Neres foi o responsável pela direção de produção, edição e imagens. A produção ficou a cargo de Ludymila Siqueira; e as imagens de drone, de Marcos Júnior. Com 18 minutos de duração, o documentário _Chapada em Modo Avião_ contou com patrocínio da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago).

Para realizar a obra, a equipe realizou uma expedição que rodou cerca de 5 mil quilômetros na região da Chapada dos Veadeiros e visitou algumas comunidades Kalunga. Ao todo, foram mais de 30 dias percorrendo as comunidades quilombolas, mergulhando na cultura e na história da região e do povo Kalunga. O objetivo era conhecer os desafios enfrentados pela população local e as transformações resultantes da chegada da água tratada e do ensino técnico, que levaram mais qualidade de vida para a população local.

O filme mostra a população Kalunga – maior comunidade quilombola em extensão no Brasil, formada no século XVIII por descentes de escravos que fugiram do cativeiro e organizaram um quilombo no coração do Brasil – e o local onde vive, na Chapada dos Veadeiros, numa região marcada pela presença de desfiladeiros, cachoeiras e belas paisagens. Com mais de 300 anos de história, o povo Kalunga é formado por 39 comunidades, reúne mais de 1,5 mil famílias e cerca de 8 mil quilombolas.

*Berço das águas*

A região, que é considerada o berço das águas do Brasil, é marcada pela natureza exuberante do Cerrado, belas paisagens e presença de rios e cachoeiras de águas cristalinas. Em 2021, o território Kalunga foi oficialmente reconhecido e registrado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o primeiro Ticca, sigla que significa Territórios e Áreas Conservadas por Comunidades Indígenas Locais, do Brasil.

O título é atribuído a territórios comunitários tradicionais conservados, nos quais a comunidade tem profunda conexão com o lugar que habita, e contam com resultados positivos com relação à conservação da natureza. O documentário mostra a essa realidade na Chapada dos Veadeiros, onde a população local vive uma relação simbiótica com o habitat. São mais de 300 cachoeiras catalogadas e 240 mil hectares de área preservada.

A obra retrata o progresso que chegou à população Kalunga com a construção de uma microestação de água pela Saneago, no município de São Domingos, durante a pandemia da Covid 19. A obra avaliada em meio milhão de reais resultou em um poço de 156 metros de profundidade com cloração e vazão de 30 mil metros de litros por hora, que distribui água numa rede de 6,5 mil metros. A partir de então, a população pode contar com água tratada em suas torneiras.

O documentário conta com depoimentos de integrantes da comunidade local, que destacam o progresso que chegou junto com a água tratada e também com o início da capacitação profissional, a formação de guias turísticos, pelo Colégios Tecnológicos de Goiás (Cotecs), que atuam na região. _Chapada em Modo Avião_ reúne ainda entrevistas com especialistas em meio ambiente e recursos hídricos, que alertam para a necessidade da conservação ambiental para manutenção dos espelhos d’água

*Sessão do Fica*

O documentário _Chapada em Modo Avião_ será exibido durante a Sessão Saneago, atividade que contará com a estreia do documentário e após a exibição, será realizado um bate-papo com a plateia, com rodada de perguntas e respostas sobre os temas abordados no documentário, entre eles questões ambientais, as mudanças climáticas e como os impactos ambientais tem afetado a superfície d’água.

A plateia vai poder interagir com os quatro debatedores. O diretor e roteirista Victor Andrade; e Douglas Neres, diretor de produção do documentário; vão falar sobre a realização do filme; Fabrício Amaral, secretário estadual de Turismo de Goiás; vai abordar a importância do turismo na região, que é a principal atividade econômica da comunidade quilombola. Já a engenheira civil sanitarista Camila Roncato, superintendente de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Saneago, vai tratar da questão da gestão ambiental e as mudanças climáticas na região.

A 25ª edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que prossegue até o próximo domingo (16), na cidade de Goiás, foi a que contou com mais inscrições de filmes brasileiros e estrangeiros em comparação com todas as edições anteriores. Nesta edição, foram 1.078 filmes inscritos, enquanto que em 2023 foram 540 obras. No total, foram 459 filmes brasileiros, 560 estrangeiros e 121 filmes goianos disputando as inscrições. O documentário _Chapada em Modo Avião_ participa do festival em sessão especial e não nas mostras competitivas.

Mais Lidas

Todos os direitos reservados a MP&F CONSULTORIA E ASSESSORIA NEGÓCIOS, MARKETING E TURISMO

SEDE BRASÍLIA – DF

MP&F CONSULTORIA E ASS EM NEG TURISMO EMARKETING – VOENEWS – Notícias do Turismo
QNN 7 Conjunto “L” – Lote 47 – Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: – Celulares: (61) 99837-2213 – E-mail: contato@voenews.com.br

CNPJ: 24.060.077/0001-15

SUCURSAL RIO DE JANEIRO

EVENTOS.HOTEL LTDA

Rua XV de Novembro, 49 – Sala 04 – Parte – Centro

Rio de Janeiro – RJ – CEP: 28.800-000

(21) 96713-1150

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo