EVENTOS

10 maneiras de inovar nos próximos eventos virtuais corporativos

Eventos online devem permanecer mesmo após o fim da pandemia devido à praticidade e economia – de recursos e de tempo; Confira diferentes ideias para engajar a equipe

A vacina já está sendo distribuída pelo mundo, entretanto, no Brasil, a imunização de toda população ainda deve demorar mais alguns meses. Com isso, o trabalho no formato home office continua sendo uma das melhores soluções encontradas pelas corporações. O modelo, que se tornou uma realidade desde o agravamento da pandemia, deve se tornar permanente para colaboradores de muitas empresas e a tendência é que o mesmo também aconteça com os eventos corporativos online.

“O home office, os eventos e reuniões remotos devem se estabelecer como um legado permanente mesmo após o fim da pandemia devido à praticidade para a participação e também à economia – tanto de recursos financeiros, quanto de tempo. No entanto, com o vírus sob controle, muitas empresas também devem optar por formatos híbridos para que a interação entre as pessoas possa servir como catalisador criativo da forma que acontecia antes. É na diversidade, na troca de ideias que grandes inovações surgem”, afirma a especialista em inteligência de mercado, Natasha de Caiado Castro.

De acordo com Natasha, o ambiente virtual dificultou o bate papo mais informal que acontecia entre uma pausa e outra no trabalho e grandes ideias e soluções surgiam nesses momentos, por isso é importante restabelecê-los. “Depois de mais de um ano e meio sem esse tipo de interação, é preciso restabelecer as trocas e socialização da equipe. Antes disso, é preciso que as empresas encontrem os principais desafios que impactaram a equipe e, após esse diagnóstico, buscar soluções que melhorem a experiência dos colaboradores que precisam lidar com o isolamento”, afirma.

Enquanto os encontros físicos ainda não podem acontecer no Brasil, é possível proporcionar experiências interessantes aos colaboradores, mesmo que à distância. Abaixo, a especialista lista 10 ideias de experiências para o próximo encontro corporativo virtual, que proporciona humanização dos gestores, aproximação da equipe e inovação. Confira:

1. Talk show online. Nesse evento, o CEO reúne virtualmente uma personalidade de renome (desde celebridades a empresários e escritores de sucesso) que tenha os ideais da organização para conversar sobre um tema pertinente e interessante para a equipe. Mais do que nunca os líderes precisam ser e mostrarem-se empáticos. Isso traz maior sensação “pertencimento”, o que motiva e engaja a equipe – e que foi perdido por conta do isolamento.

2. Experiências surpreendentes em lançamentos. A ideia é convidar a equipe para uma festa em um ambiente físico onde as pessoas fiquem estrategicamente distribuídas em diversas salas para manter o distanciamento e evitar aglomerações. No ambiente de lançamento, pode conter informações sobre o novo produto ou serviço, além de experiências táteis, experimentando pessoalmente a novidade, por exemplo. O que é interessante principalmente aqui no Brasil, onde é muito importante usar todos os sentidos para maior familiarização com o produto.

3. Cenários interessantes que remetem ao assunto de determinado evento. Para explorar ambientes em seminários ou simpósios, é bacana trazer ao fundo do palestrante figuras, imagens e vídeos que remetem ao tema apresentado. Hoje, já temos disponível no mercado tecnologias como ‘mapping’ e outras inovações que baratearam a transferência virtual de cenários e o tornam super atraente a partir destes recursos.

4. Evento híbrido – É possível convidar a equipe para um evento online e, simultaneamente, todos receberem em casa uma surpresa para partilhar durante o evento, podendo ser comidas e/ou bebidas, até instrumentos musicais, formando uma banda online- ou o que a criatividade permitir, o céu é o limite! A escolha do evento depende de cada organização, podendo ser desde uma festa na laje até uma festa de gala. Outra dica é enviar itens aos participantes, antes da apresentação de um congresso online: além de aumentar o engajamento, demonstra cuidado e o carinho que o brasileiro necessita.

5. Games – Jogos online reúne a equipe e ainda oferece um ambiente mais descontraído, essencial para tempos em isolamento. Algumas dicas são jogos como escape room, em que o primeiro a sair de uma sala cheia de bloqueios vence ou ainda transforma cada colaborador em um avatar- representação da pessoa em um boneco virtual. A gamificação é um dos fatores motivacionais modernos mais eficientes que temos e que cresceu exponencialmente na pandemia.

6. Um bom filme sempre faz bem – Proporcionar uma sessão virtual de filmes ou documentários é uma dica para engajar mais a equipe. O filme escolhido pode ser para descontrair ou o conteúdo pode ter um foco mais profissional. Clube do filme ou do livro aumentam o engajamento e fomentam a criatividade, além de empoderar equipes.

7. Workshops. A dica é trazer um conteúdo interessante para a equipe e abordar temas que não incluem trabalho é o diferencial. Para isso, aposte em assuntos sobre dicas de atividades para relaxar em casa, permitindo a interação da equipe. Com a pandemia, os assuntos de saúde mental tomaram conta do cotidiano, mas por ser uma nova realidade, as soluções ainda são precárias. A abertura de discussões sobre saúde e bem estar em cursos, workshops ou outros canais ajudam a direcionar uma demanda importante, principalmente em empresas nas quais as personalidades introvertidas não têm acesso às áreas de recursos humanos e não conseguem falar sobre as angústias. Já os extrovertidos, estão isolados, o que é contra sua própria natureza, desenvolvendo angústias e impactando a vida pessoal e profissional.

8. Exercícios aeróbicos. Aqui vale a pena convidar aqueles da equipe que desejam uma rotina mais saudável. Desta forma, a corporação pode disponibilizar aulas virtuais em parceria com profissionais de educação física ou também ioga para aulas de nível leve e moderado. Nos últimos tempos, a neurociência tem desenvolvido teorias interessantes que mostram a relação entre os hormônios de bem estar, exercícios e pandemia.

9. Democratização dos canais. O ideal é que a comunicação dentro da empresa seja de forma horizontal, mostrando que pessoas de diferentes cargos possuem o mesmo nível de importância. A ideia é realizar encontros de network através de cafés virtuais entre estagiários, gestores e CEOs para discutirem sobre perspectivas e anseios. Isso faz com que diferentes departamentos tenham integração e todos sintam-se inseridos e também expande o networking dentro da própria empresa.

10. Campanha online de doação. É interessante apostar em ‘engage for good’ (engajar para algo bom no português), que é encontrar uma causa que faça sentido para a comunidade ou ecossistema. Tal ação engaja a corporação, que pode doar o tempo ou recursos para fazer o bem e ainda cria-se o senso de unidade.

*Natasha de Caiado Castro é fundadora e CEO da Wish International, especialista em inteligência de mercado, Content Wizard e Investor. É também Board Member da United Nations e do Woman Silicon Valley Chapter.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

SOBRE O VOENEWS

VOENEWS – Notícias do  Turismo é de responsaabilidade da empresa: MP&F Assessoria e Consultoria em Turismo e Marketing, inscrito no CNPJ: 24.060.077/0001-15

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo