_Destaque

Secretaria de Estado de Turismo realiza visita no Vale do Café

Viagem faz parte do trabalho de aproximação do Governo do Estado com os municípios do interior

 A região turística do Vale do Café recebeu, nesta terça-feira, a visita da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ). O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, se reuniu com os prefeitos dos municípios de Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira e Vassouras. Na ocasião, foram entregues aos artífices locais, que se cadastraram, as carteiras nacionais do artesão e anunciada a realização do primeiro “Fórum Regional do Turismo Fluminense” no Vale do Café, que terá como sede a cidade de Vassouras.

O secretário de Turismo destacou que a aproximação do Governo do Estado com os municípios é fundamental para potencializar políticas públicas que alcancem a população.

– Para o nosso trabalho gerar resultados, de fato, precisa chegar aos municípios. Estamos trabalhando para ter um turismo mais próximo ao interior, dando garantias e impulsionando as potencialidades de cada local e dando o suporte necessário para que o turismo fluminense se desenvolva. Viabilizamos cursos de capacitação em parceria com o TCE, damos suporte técnico de todos os segmentos como turismo religioso, cicloturismo, artesanato, enfim, toda a equipe está aqui para conhecer a realidade do setor no interior e unificar esses dados para que, em seguida, possamos trabalhar na promoção que é o nosso principal objetivo. A partir do segundo semestre nós vamos viajar pelos estados vizinhos ao Rio de Janeiro, divulgando os nossos destinos. O turismo gera empregos diretos e indiretos e tem condições de melhorar a vida da população.

Em relação à realização do Fórum, o secretário destacou que a data será anunciada em breve.

– Nossa meta é realizar os doze Fóruns, um contemplando cada região turística, até ao final do ano. Estamos acompanhando os índices da pandemia para marcar a data definitiva do primeiro evento que acontecerá aqui no Vale do Café, a região que contempla o maior número de municípios.

Programa Estadual do Artesanato entrega carteiras na região

A ida da equipe da Secretaria de Estado de Turismo a essas cidades proporcionou a entrega da Carteira Nacional do Artesão aos profissionais que se cadastraram. O Programa de Artesanato estadual, vinculado à Setur-RJ, está empenhado em ações que desenvolvam a atividade, principalmente neste momento em que centenas de pessoas perderam seus empregos e estão investindo em trabalhos manuais. Cerca de 60 artesãos receberam o documento que os qualifica, definitivamente, como profissionais.

O secretário Gustavo Tutuca reforçou a importância do artesanato como fonte de renda para milhares de famílias e a preocupação em entregar as carteiras àqueles que cumpriram todas as etapas do cadastramento.

– A pandemia limitou o processo de entrega e de cadastro dos artesãos no estado do Rio. Mas, com toda a segurança necessária, estamos retomando a entrega presencial das carteiras e, ainda em maio, também voltaremos com o cadastro de novos artesãos. A carteira, além de uma identidade profissional, é um direito de cada trabalhador e garante uma série de benefícios, como o acesso ao programa de microcrédito ArtCred RJ.

Um dos artífices que mais comemorou o recebimento do documento foi Agilmar Teixeira, 58 anos, morador de Sacra família, segundo distrito de Engenheiro Paulo de Frontin.

– A Carteira é muito importante porque ela vai abrir portas. A gente vai fazer feiras tranquilo, ter crédito aberto nas lojas, fazer feira estadual, nacional e talvez, quem sabe, até fora do Brasil. Eu trabalho há mais de 25 anos como artesão, tenho oficina montada e uma lojinha. Eu procuro crescer com o artesanato e a Carteira vai me facilitar muito. Hoje eu estou qualificado como artesão profissional.

Já para Gabriela Delgado Pereira, de 33 anos, de Vassouras, a Carteira Nacional do Artesão traz profissionalismo.

– Através do documento as coisas ficam mais fáceis porque podemos participar de cursos, ter descontos nos materiais e muitos outros benefícios. Para mim a Carteira foi um achado porque eu só fazia artesanato em casa e, aos poucos, foi crescendo a vontade de melhorar. Eu faço crochê desde os 8 anos de idade e ele ajuda na parte financeira. Com o documento tudo vai ficar melhor porque vai melhorar a minha produção e eu vou conseguir mostrar mais o meu trabalho.

Entre as características do artesanato da região estão o bordado e a arte sacra em papel, no estilo barroco, além das esculturas inspiradas na época dos escravos. A transformação da palha do milho em flores impressiona pela delicadeza e técnica.

A Carteira Nacional do Artesão é gerada a partir de cadastro no Programa do Artesanato Brasileiro, disponível no site www.artesanatobrasileiro.gov.br.

FOTOS LARISSA CARGNIN

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

SOBRE O VOENEWS

VOENEWS – Notícias do  Turismo é de responsaabilidade da empresa: MP&F Assessoria e Consultoria em Turismo e Marketing, inscrito no CNPJ: 24.060.077/0001-15

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo