Cias Aéreas

GOL celebra e apoia a cultura e a representatividade indígena

Aproximando Distâncias, iniciativa da Companhia em prol da preservação do turismo e da cultura nacionais na pandemia, traz dois representantes dos povos indígenas entre os artesãos participantes do projeto

São Paulo, 19 de abril de 2021 – A GOL Linhas Aéreas, maior Companhia doméstica brasileira, comemora o Dia do Indígena, 19 de abril, reforçando seu compromisso com o respeito, a empatia e a solidariedade àqueles que, com sua história, sua herança e seu trabalho, contribuíram e contribuem enormemente para a geração da arte e da cultura brasileira: os povos indígenas.

Celebrar a importância dos indígenas na formação racial brasileira, dar voz a esses povos que vivem em território nacional – são centenas, com culturas e características diferentes entre si – e lutar por sua representatividade na amplitude de espaços que compõem a sociedade é dever de todos e de cada um. Um país que não se conhece e, por consequência, não enaltece suas raízes, dificilmente vai compreender o mundo e suas verdades, assim como avançar com clareza rumo ao futuro.

Em agosto de 2020, a Companhia apresentou aos brasileiros a iniciativa chamada Aproximando Distâncias, que, neste mês de abril, completou 8 meses de existência. Trata-se de um portal sem fins lucrativos para a GOL, concebido pela Companhia em parceria com a agência Spray Content, e agora também com o apoio da Smiles, que reúne conteúdo e uma loja virtual (e-commerce) repletos de criações advindas de comunidades, artistas, artesãos e culinaristas de todas as regiões do Brasil, com suas múltiplas influências.

O objetivo do projeto é solidarizar-se com criativos que dependem exclusivamente do turismo para manterem ativos seus negócios – turismo este amplamente afetado pela pandemia do coronavírus e suas restrições. Pelo portal https://www.aproximandodistancias.com.br, é possível apreciar facetas da cultura material e imaterial brasileira e adquirir e receber em casa objetos utilitários e decorativos, adereços, bijuterias e guloseimas que são um retrato de um país cheio de personalidade.

Os indígenas, com seu legado e suas criações admiradas no mundo todo, estão muito bem representados dentre as 25 marcas escolhidas para a loja virtual do Aproximando Distâncias, por meio de criteriosa curadoria realizada pela GOL e pela Spray Content, e divididas em cinco regiões.

Vem do Norte, especificamente do Amazonas, a artesã e pedagoga Clarice Duhigó Tukano, dos povos Tukano. Ela é coordenadora da AMARN – Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro, que reúne 60 mulheres oriundas dessa região e hoje residentes em Manaus. Na associação, elas exercitam habilidades intrínsecas à sua origem e perpetuam tradições ancestrais ao confeccionar cestarias, bijuterias e peças decorativas, sempre com a fibra de tucum, retirada da palmeira de mesmo nome e abundante no Alto Rio Negro.

“O Dia do Indígena é, para nós, um dia de luta. Para todos os povos, é data de expressar sua ancestralidade e afirmar que cada um deles tem a sua diversidade cultural e cosmologia. Infelizmente, o estado brasileiro não reconhece o valor que os povos indígenas possuem”, afirma Clarice Duhigó Tukano, que completa: “Enquanto indígenas, participarmos do projeto Aproximando Distâncias é uma forma de expor, nessa plataforma, nossa história e nossa arte, como coletivo”.

Uma das representantes da região Centro-Oeste, a Arte Terena tem à frente o artesão Alex Medina, originário dos povos Terena, do Mato Grosso do Sul. Na Aldeia Moreira, próximo ao município de Miranda, porta de entrada para o Pantanal sul-mato-grossense, o artesão e escultor desenvolve, com madeira de cedro, detalhadas miniaturas de bichos pantaneiros presentes no imaginário nacional: jacarés, capivaras, antas, onças-pintadas, tamanduás e tuiuiús, entre outros.

Valendo-se de antigas técnicas indígenas e com a colaboração do seu irmão, Anderson Medina, Alex mescla tais saberes com ferramentas como riscadeira e pirógrafo, para assim obter a melhor tradução da fauna local. O turismo em torno de Miranda e Bonito (MS) sempre foi a fonte de renda da Arte Terena. Com sua estagnação devido à pandemia, o Aproximando Distâncias cumpre seu papel de manter conectados os Clientes da GOL com as riquezas do Pantanal por meio da arte indígena.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo