Cias Aéreas

Mais segurança na aviação executiva: Flapper recebe certificação ARGUS Registered Broker

A Flapper é a primeira empresa no Brasil a obter a certificação, considerada uma prova de conformidade com as melhores práticas e requisitos de segurança do setor de aviação mundial

A Flapper, empresa líder em aviação privada sob demanda do Brasil, acaba de ganhar a certificação ARGUS® Registered Charter Broker, tornando- se a primeira empresa de fretamento do país a atender padrões de segurança segundo conformidades da ARGUS.

A Registered Charter Broker Rating é concedida apenas às empresas que demonstram implementação bem-sucedida das melhores práticas do setor para suas operações de voo. Ser registrado pela ARGUS é uma importante validação para o setor de aviação. As empresas de fretamento registradas enviam voluntariamente todos os documentos de operações para revisão da ARGUS, exibindo integridade fiscal e transparência adequada durante todo o processo. As companhias que ganham o certificado se comprometem a manter os mais altos padrões profissionais em suas atividades comerciais diárias, assinando o compromisso da Air Charter Association.

Paul Malicki, CEO da Flapper, observa que ingressar na base de membros da ARGUS  beneficia os planos futuros da empresa, que mira a expansão de sua plataforma de cotação baseada em dados. “Agora exibimos as classificações ARGUS ao lado de cada uma das aeronaves disponíveis em nosso aplicativo e também no site. E a próxima etapa será construir uma pontuação com foco na segurança para cada operador e aeronave. No setor de fretamento, que é tão focado em preços, ter essa funcionalidade constitui um valor agregado para o usuário e ajuda a priorizar ainda mais os operadores que atendem aos mais altos padrões de segurança,” observa o executivo.

No que diz respeito à segurança, Flapper destaca também o papel fundamental das parcerias com as autoridades locais. A empresa recentemente se integrou ao API da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que permite a verificação diária de todas as 135 aeronaves registradas no Brasil. Com mais de 350 aeronaves brasileiras na plataforma Flapper, a integração ajuda a garantir que apenas aeronaves com certificados válidos sejam exibidas ativamente, eliminando os riscos de oferecer aviões e helicópteros não fretáveis e não seguros, ao cliente final.

Outro fator que traz ainda is relevância para o setor é o fato do parceiro operacional da Flapper no Brasil, AirJet Táxi Aéreo, também ter se associado à ARGUS com a classificação ARGUS Gold. A Flapper comercializa as frotas da AirJet através da plataforma Avinode.

Com a entrada da Flapper, a região da América do Sul possui sete operadores certificados ARGUS e dois corretores também registrados pela companhia. O CEO da ARGUS, Joe Moeggenberg, celebrou a notícia, já que a empresa busca expandir sua presença na América do Sul. “A obtenção da prestigiosa ARGUS Charter Broker Rating distingue a Flapper de outras operadoras”, disse Joe Moeggenberg, complementando que “Esta Classificação destaca sua dedicação à integridade operacional de segurança e práticas comerciais éticas.”

Próximos passos:

A Flapper já iniciou o processo de aprimoramento de seu Rating ARGUS, dando os primeiros passos para se tornar um Corretor Certificado ARGUS. A classificação de corretor certificado é o único programa de classificação de corretor, endossado pela Air Charter Association e é considerada a mais alta classificação de corretor do setor. Passar de ARGUS Registered Broker Rating para ARGUS Certified Broker Rating significará que a Flapper concluiu uma inspeção no local de sua operação e continuará a fazê-la uma vez a cada dois anos, para garantir sua conformidade com os padrões ARGUS, apresentando as melhores práticas da indústria e regulamentos aplicáveis para sua região.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo