_Destaque

Shopping do Turismo lamenta morte de Lucas Meira seu principal cliente

Uma tragédia enorme aconteceu no último domingo, tendo vitimado Lucas Meira o principal cliente da Agência Shopping do Turismo que funciona na Ceilândia, além de presidente do Palmas Futebol e Regatas as demais empresas que o empresário representava também eram atendidas pelo Shopping do Turismo.

O responsável por tratar das viagens que na sua maioria eram realizadas em voos comerciais Marcelo Oliveira lamentou a morte do empresário com quem falava diariamente sobre transportes e hospedagens dele, de jogadores e demais colaboradores do Grupo Sagres.

Além do empresário Lucas Meira, de 32 anos,  os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari também morreram na manhã do domingo, em um acidente de avião, ao decolar de Palmas com destino a Goiânia.

Em nota, o Palmas Futebol e Regatas confirmou que, por volta das 8h15 ocorreu o acidente aéreo que também vitimou o piloto, identificado como Comandante Wagner Machado. A aeronave, de propriedade de Lucas Meira, é um bimotor modelo Baron, de prefixo PTLYG. O site da fabricante, a Beechcraft, indica que este avião pode transportar até seis pessoas por voo.

Eles decolavam para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas, desta segunda-feira, válida pela Copa Verde. O avião decolou e caiu em um matagal, no final da pista, da Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no Luzimangues, município localizado 60km ao sul de Palmas. Os quatro atletas tinham sido contratados em janeiro para a disputa desta competição. O clube informou que fará atos solenes neste domingo, às 18 horas, em homenegem às vítimas em Palmas e em Goiânia.

O jogo estava marcado para as 16h desta segunda-feira, em Goiânia. Via nota, a CBF informou que a partida foi adiada e detrminou que seja respeitado um minuto de silêncio nas partidas deste domingo no futebol brasileiro.O próprio Vila Nova, em nota lamentando o acidente, havia dito que iria colaborar para o adiamento da partida.

Imagens feitas no local mostram que a aeronave ficou completamente destruída com o choque, ficando em chamas após explosões. O IML, Corpo dos Bombeiros e equipes da Polícia Militar prestaram socorro.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião pertencia a uma construtora com sede no Pará chamada Meirelles Mascarenhas Ltda e não tinha autorização para realização de serviços de táxi aéreo. A assessoria do Palmas informou que o avião tinha sido adquirido há pouco tempo pelo presidente, Lucas Meira, e que estava em fase de transferência. O time informou que o avião não estava realizando serviço de táxi aéreo.

O goleiro Ranule, o lateral esquerdo Lucas Praxedes e o zagueiro Noé haviam testado positivo para Covid-19 nesta terça-feira e ficaram fora da partida contra o Real Noroeste-ES, disputada no dia seguinte. Eles viajavam sepreradamente do grupo para o jogo contra o Vila Nova porque estariam liberados para atuar já na segunda-feira. A delegação viajaria neste domingo às 18 horas para Goiânia. Além da questão do isolamento, a CBF paga apenas 23 passagens aéreas e não era suficiente para todo o elenco.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo