Cias Aéreas

Segundo trimestre do ano revela queda brusca nos indicadores de mercado do transporte aéreo

Fator determinante foi a redução de voos em decorrência da pandemia do coronavírus. Os dados são comparados com o mesmo período em 2019

 

Em razão da pandemia do coronavírus e os impactos causados no transporte aéreo, os dados de mercado do setor têm registrado queda desde março de 2020, quando foi decretada a pandemia mundial. Sobretudo, no último trimestre (abril, maio e junho), esses indicadores sofreram reduções mais bruscas, justificadas pela diminuição de voos entre os estados brasileiros, que no início da pandemia chegou a ser 91,6% menor do que os voos planejados pelas empresas aéreas para o período. Em junho, por exemplo, a demanda por voos no mercado doméstico, medida em passageiros quilômetros pagos (RPK), teve queda de 85% na comparação com junho de 2019. Contudo, mesmo sendo um indicador decrescente, o percentual de junho apresenta melhora, considerando que em maio e abril a redução na demanda doméstica foi de 91% e 93,1%, respectivamente. 


A oferta de voos no mercado doméstico (calculada em assentos quilômetros ofertados – ASK) seguiu a mesma linha da demanda por voos, apresentando retração do percentual do indicador no segundo do trimestre do ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, sendo da ordem de 83,6% em junho, 89,6% em maio e 91,4% em abril. Os dados de oferta de assentos também vêm caindo desde março.

 

Em abril, ocupação das aeronaves, por sua vez, passou de 81,9% em 2019 para 65,4% de aproveitamento. Entretanto, este indicador subiu, em maio, para 70,7% e seguiu o crescimento em junho, apresentando 74,6% de ocupação nas aeronaves em voos domésticos . Este indicador está diretamente relacionado a quantidade de passageiros transportados.

Outros dados de estatísticas do setor como a quantidade de carga e passageiros transportados, tarifa aérea média real, número de decolagens, etc, estão disponíveis para consulta no site da ANAC, por meio do sistema “Consulta Interativa”. Acesse:  www.anac.gov.br/assuntos/dados-e-estatisticas/mercado-de-transporte-aereo/consulta-interativa.

Mercado Internacional

 

Além da diminuição da oferta de voos, mencionada como impacto nos dados domésticos, o fechamento de algumas fronteiras também foi fator determinante nos dados do setor, sendo este especificamente no escopo do mercado internacional. Em junho, a demanda internacional caiu 95,4% e a oferta 89,3%, comparando-se com junho de 2019. Maio e abril também apresentaram dados de queda brusca, acima de 90% em relação ao ano passado.

Os dados do mercado internacional também estão disponíveis no sistema Consulta Interativa.

Desde março, o Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo passou a ser disponibilizado para o público em geral por meio de gráficos interativos, onde é possível ter acesso aos indicadores desejados selecionando o mês de referência. Veja o relatório completo do mês e a série histórica no endereço abaixo:

https://www.anac.gov.br/assuntos/setor-regulado/empresas/envio-de-informacoes/relatorio-demanda-e-oferta-do-transporte-aereo-empresas-brasileiras

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo