_Destaque

ACI e IATA pedem ajuda financeira urgente para proteger empregos e operações

voenews

4 de maio de 2020 (Genebra) – O Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International – ACI) e a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) se reuniram hoje para pedir aos governos que concedam rápido alívio financeiro para ajudar os operadores aeroportuários e as companhias aéreas durante a crise sem precedentes de COVID-19 e apoiar a conectividade que o setor fornecerá, que será essencial para a recuperação econômica.

O setor vem unindo esforços com governos de todo o mundo para impedir a propagação do vírus e, diante das rigorosas restrições de viagem impostas, o setor está fazendo o possível para manter as operações de carga aérea vitais para manter as cadeias de suprimentos globais, incluindo entregas de produtos médicos fundamentais para o combate da COVID-19.

O impacto econômico dessas medidas para todos os grupos envolvidos no setor de transporte aéreo global é grave. Com a queda da demanda de passageiros, que atingiu níveis nunca relatados, nem as medidas mais extremas de redução de custos podem neutralizar a queda de receitas. Aeroportos e companhias aéreas continuam enfrentando uma crise de liquidez financeira.

O estado atual da indústria global de transporte aéreo ameaça milhões de empregos. O setor de aviação emprega 65,5 milhões de pessoas em todo o mundo, incluindo 10,5 milhões de pessoas que trabalham em aeroportos e companhias aéreas, além de contribuir com US$ 2,7 trilhões em atividades econômicas mundiais[1]. Enquanto a pandemia de COVID-19 continua causando seus efeitos, aeroportos e companhias aéreas de todo o mundo lutam para manter as operações essenciais e preservar empregos.

A ACI e a IATA pedem apoio equilibrado e urgente ao setor por meio de:

• isenção de impostos, incluindo redução de impostos sobre folha de pagamento, impostos corporativos, taxas de concessão ou outras receitas governamentais do setor;

• empréstimos, garantias de empréstimos ou apoio direto para manter a liquidez financeira em todo o ecossistema da aviação.

Alguns governos já reconheceram a urgência da ação, mas o tempo está se esgotando para que outros governos forneçam o alívio financeiro necessário para manter o setor viável e pronto para apoiar a recuperação de forma equilibrada, incluindo ground handlres e outros prestadores de serviços nos aeroportos.

“O impacto financeiro da crise atual é diferente de tudo que já vimos e requer ações urgentes dos governos para ajudar o setor de aviação a proteger empregos, garantir operações essenciais e planejar a recuperação”, disse a diretora-geral da ACI, Angela Gittens. “É necessário obter redução tributária urgente e ajuda financeira direta que beneficiem todo o ecossistema da aviação para ajudar a manter milhões de empregos, proteger operações essenciais e promover uma recuperação equilibrada. A continuidade das operações de aeroportos e companhias aéreas e a proteção de empregos na aviação hoje promovem a recuperação econômica mais rápida amanhã.”

Alexandre de Juniac, diretor-geral e CEO da IATA, disse que a situação não poderia ser pior.

“Os governos precisarão da aviação para liderar a recuperação econômica quando essa pandemia acabar”, disse Alexandre de Juniac. “Os governos devem agir agora com ajuda financeira que somente eles podem fornecer às companhias aéreas e aos aeroportos para que sobrevivam a esses tempos extraordinários. Companhias aéreas e aeroportos estão juntos nesse processo. Quanto mais estáveis financeiramente os nossos parceiros nos aeroportos, mais eles poderão ajudar o setor a promover a recuperação das viagens aéreas e da economia global.”
Notas aos editores:

A IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) representa cerca de 290 companhias aéreas, representando 82% do território aéreo global. Siga a IATA no Twitter twitter.com/iata e veja notificações, posicionamentos e outras informações úteis sobre o setor.

Sobre a IATA

A IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) representa cerca de 290 empresas aéreas que abrangem 82% do tráfego aéreo global. Para mais informações sobre a IATA visite www.iata.org.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo