DESTINOS TURÍSTICOS NACIONAIS

Segundo barco multicasco da regata Jacques Vabre chega a Salvador

Jacques Vabre Foto_ Tatiana Azeviche (14)

O barco Solidaires En Peloton – Arsep, da dupla Thibaut Vauchel-Camus e Fred Duthil (França), cruzou a linha de chegada da Transat Jacques Vabre, em Salvador, às 11h53 desta sexta-feira (8), tornando-se o segundo colocado da categoria Multi50 da 14ª edição da regata.

Eles fizeram o percurso de Le Havre, na França, a Salvador, em 12 dias, duas horas e 38 minutos. Além dos juízes de prova e jornalistas, o veleiro foi recebido no mar por um saveiro com música percussiva ao vivo e fogos, comandado pelo presidente da Câmara de Turismo da Baía de Todos-os-Santos, Moysés Cafezeiro.

“Manter a velocidade foi o mais difícil da prova, ficávamos olhando para os barcos da frente e nos esforçávamos muito para encostar neles”, disse Thibaut Vauchel-Camus. Pela primeira vez em Salvador, ele disse que tentou participar da regata de 2017, mas o barco não estava bom.

“Salvador é um destino magnífico para velejadores e muitos ídolos meus das velas já venceram provas aqui”, afirmou. O ponto de chegada é o Porto Salvador Marina, anexo ao Terminal Turístico Náutico da Bahia, no Comércio, onde foi montada a infraestrutura para a regata pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur).

Jacques Vabre  Foto Tatiana Azeviche

Na recepção aos segundos colocados estavam também os vencedores da categoria Multi50, Gilles Lamiré e Antoine Carpentier, que cruzaram a linha de chegada à 01h49 desta sexta-feira (8), com o barco Groupe CGA – Mile et um Sourire.

“A gente ama chegar a Salvador porque é uma cidade que faz parte da história da Transat Jacques Vabre e é um destino famoso de chegada”, disse Gilles Lamiré, na capital baiana pela segunda vez.

Seu parceiro, Antoine Carpentier, formou a dupla vencedora da categoria Class40 na regata de 2017.  Agora vence também na Multi50. “A diferença é que o Multi50 é mais instável e perigoso porque é um veleiro mais veloz que o Class40”, explicou.

Recorde – A 14ª Transat Jacques Vabre, que tem apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur), começou no dia 27 de outubro, com o número recorde de 59 participantes. Desde então, sete barcos não resistiram às dificuldades da prova, que cruza o Atlântico de norte a sul, refazendo as antigas Rotas do Café, e ficaram pelo caminho.

A previsão é que até o dia 25 de novembro todas as embarcações das três categorias que competem – Class40, Multi50 e Imoca – já tenham chegado ao destino final. Na Class40, as estimativas são de que o primeiro colocado termine a regata no dia 13 (quarta-feira).

Jacques Vabre Foto_ Tatiana Azeviche (9)

A Transat Jacques Vabre dá forte visibilidade à Bahia na França e em outros países da Europa e do mundo e atrai a Salvador grande número de estrangeiros, entre competidores (118), familiares, equipes, técnicos, juízes, organizadores e profissionais de imprensa.

Os competidores são recepcionados por uma baiana tipicamente vestida e recebem frutas tropicais e caipirinha. A depender dos ventos, a estimativa é que o terceiro colocado da categoria Class50 cruze a linha de chegada por volta das 7h30 deste sábado (9).

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo