Cias Aéreas

GOL Linhas Aéreas premiada como Equity Deal do Ano nas Américas

gol

GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (“GOL” ou “Companhia”), (B3: GOLL4 e NYSE: GOL), a maior companhia aérea doméstica do Brasil, recebeu o prêmio “Equity Deal de 2019 nas Américas” da Airline Economics Aviation 100 Awards, pela emissão de US$345 milhões de Exchangeable Notes de 3,75% com vencimento em 2024 e oferta simultânea de ações (“Notes Conversíveis GOL”). O prêmio foi entregue no InterContinental Barclay em Nova York e é considerado um dos mais prestigiosos no mercado global de capitais.

Os Notes Conversíveis GOL representam a primeira transação desse tipo para um emissor brasileiro e a primeira para uma companhia aérea latino-americana. A emissão original precificou o cupom e o yield mais baixos já alcançados pela Companhia e a reabertura da transação a um yield negativo, resultado da melhoria da percepção de risco de crédito e patrimônio da GOL pelo mercado. A transação também permitiu à GOL estender seu perfil de vencimento, reduzindo simultaneamente seu custo de dívida e criando um canal de financiamento na estrutura de capital da GOL.

“A bem-sucedida emissão dos Notes Conversíveis GOL foi mais um passo em nosso plano plurianual de liability management, após transações bem-sucedidas no mercado global de bonds e mercado local de debêntures, os quais reduziram significativamente o custo de capital da Companhia e melhoraram sua flexibilidade financeira” disse Richard Lark, Diretor Vice-presidente Financeiro, da GOL. “O reconhecimento pela Airline Economics foi resultado do foco e da dedicação de toda a equipe da GOL. O prêmio é uma prova os resultados de nossa transformação bem-sucedida, com fortalecimento operacional e do balanço patrimonial.”

A GOL continua cumprindo seu plano de desalavancagem e os Notes Conversíveis GOL foram outro exemplo de seu foco redução da despesa de juros, extensão do vencimento da dívida, diversificação de fontes de recursos e, o mais importante, comprometimento com a “equalização” do balanço no futuro. Esse esforço foi reconhecido pelas agências internacionais de classificação de risco de crédito, haja visto que a Moody’s elevou a GOL em dois notches para B+ um mês antes da colocação dos Notes Conversíveis GOL, enquanto a Fitch elevou a Companhia para uma classificação B+ na sequência da transação.

A emissão da GOL foi estruturada pelos coordenadores globais BofA Securities, Evercore ISI e Morgan Stanley e joint bookrunners BTG Pactual, Deutsche Bank, Credit Agricole, BCP Securities, Nomura, BBI, Santander, Buckingham Research Group e Banco do Brasil.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo