GOVERNO

Embratur capacita trade carioca sobre mercado chinês

Alisson Andrade, coordenador da Embratur, apresenta tendências e oportunidades do mercado chinês para trade carioca

Evento no Rio de Janeiro reúne lideranças da cadeia produtiva para ampliar conhecimento e detalhar oportunidades de negócios com o maior mercado emissor de turistas do mundo 

A China e seu mercado turístico bilionário têm atraído a atenção da cadeia produtiva do setor no Brasil. Nesta segunda-feira (19), foi realizado no Rio de Janeiro, o Workshop de Turismo Brasil – China para troca de informações sobre o perfil do turista chinês que visita o Brasil e promover a abertura deste importante mercado. O evento, organizado pelo RIO Galeão (Aeroporto Internacional Tom Jobim) e o RioCVB (Rio Convention & Visitors Bureau), reuniu lideranças do trade carioca com foco nos negócios e contou com a parceria da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e do Consulado-Geral da República Popular da China.

O Coordenador-Geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica da Embratur, Alisson Andrade, foi um dos palestrantes do evento e apresentou aos profissionais do setor do Rio de Janeiro informações detalhadas, colhidas pelos Produtos de Inteligência Competitiva do instituto, como o perfil do turista chinês, seus hábitos de consumo, tendências do mercado, além de oportunidades e métodos de promoção no meio digital.

“É importante abrir os olhos para este mercado que tem números interessantes para o Brasil. A China é o maior mercado emissivo do mundo. Em 2017, 130 milhões de turistas chineses viajaram ao exterior. Além disso, este público é o que mais gasta. Os chineses gastaram US$ 258 bilhões em turismo por todo o mundo, o que representa 20% de todos os gastos em viagens realizados no ano passado″, destacou.

Atenta a oportunidade de crescimento do Brasil no maior país emissor, a Embratur tem promovido ações de aproximação visando a abertura do mercado chinês. Em 2018, a China foi incluída na lista de países considerados estratégicos para a promoção dos produtos e destinos turísticos brasileiros no exterior. “Além disso, recentemente, foi ampliada para cinco anos a validade do visto para o turista chinês que deseja visitar o Brasil e o procedimento para solicitação do documento foi simplificado”, lembra Alisson Andrade.

Do total de turistas chineses que romperam fronteiras em 2017, apenas 61,2 mil visitaram o Brasil. Segundo o coordenador, o Brasil tem potencial para aproveitar essa lacuna de oportunidades, pois dispõe em sua gama de atrativos exatamente o que o turista chinês deseja encontrar em suas viagens – Ecoturismo, Cultura, além do Turismo de Negócios.

Atualmente, 71% dos chineses viajam para o Brasil para fazer negócios. Já 19% visitam destinos brasileiros, como Rio de Janeiro, São Paulo e Foz do Iguaçu, a lazer. A cidade paranaense, onde se localiza as Cataratas do Iguaçu, atraí o turista chinês, que busca por natureza exuberante. Este ano, o instituto promoveu em solo chinês o fortalecimento de ações conjuntas com países sul-americanos como a Argentina, para promoção de roteiros integrados. Foz foi apresentada especialmente por ser um destino compartilhado entre os dois países e com grande atração de turistas chineses.

Em maio, o instituto participou da ITB China, maior feira de turismo do continente asiático, com uma comitiva de 12 organizações brasileiras dos setores público e privado para fechar negócios com os receptivos chineses. Foram promovidos, em Shanghai, roadshows com a presença de mais de 600 representantes de empresas do trade turístico local.

Também este ano, a Coordenação-Geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Turismo da Embratur lançou o novo produto “Mercado China”, com informações específicas do turismo chinês. O material foi desenvolvido com o intuito de aumentar a compreensão sobre o mercado chinês para facilitar a atuação no mercado e subsidiar o trade nacional para que as empresas nacionais entendam as tendências e oportunidades daquele país e atendam às exigências dos turistas chineses.

O documento, com as características gerais sobre o mercado chinês, está disponível no site http://trade.visitbrasil.com.

Além de Alisson Andrade, técnico da Embratur, participaram do Workshop Turismo Brasil – China o Consul Geral da China no Rio de Janeiro, Li Pu, a presidente executiva do Rio Conventions e Visitors Bureau, Sônia Chami, Bruno Reis, executivo da RIO Galeão e Patrick Fehring, diretor de desenvolvimento de tráfego da RIO Galeão.

Foto: Pedro Menezes/M&E.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo - Escritório de Negócios SCLN 201 - Bloco "C" - sala 112 Brasília - DF - CEP: 70.832-530 Telefone: (61) - 3201-8602 Celulares: (61) 98117-4456 - E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo