_Destaque

Após incêndio, Boeing pede que aéreas examinem peça da Honeywell

ethiopian

A Boeing recomendou aos seus clientes em todo o mundo que examinem o Transmissor de Localização de Emergência (ELT, na sigla em inglês) fabricado pela fornecedora Honeywell, após um recente incêndio em um Boeing 787.

Agora, o equipamento deve ser inspecionado em todos os modelos da Boeing, e não apenas nos 787 Dreamliner.

“A Boeing pede a alguns operadores de 717, 737 NG, 747-400, 767 e 777 que inspecionem seus aparelhos equipamentos de balizas de localização de emergência de fabricação Honeywell”, segundo um comunicado divulgado na noite de domingo (28). “A finalidade dessas inspeções é coletar dados para apoiar a potencial decisão dos órgãos reguladores”, acrescentou.

Até 1.200 aeronaves de seus modelos menores a maiores foram equipados com os dispositivos, mas a Boeing está pedindo que as companhias aéreas inspecionem o maior número possível de aviões e forneçam as informações em 10 dias para ajudar os reguladores a decidir se qualquer ação será tomada.

O Transmissor de Localização de Emergência é um equipamento que emite localizações de emergência e que serve para localizar o avião em caso de acidente.

A medida é a mais recente resposta ao fogo que causou sérios danos a um 787 Dreamliner da Ethiopian Airlines no aeroporto Heathrow, em Londres, em 12 de julho.

Fonte: oul

1 Comentário

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo