DESTINOS TURÍSTICOS INTERNACIONAIS

Pequenas e medias empresas são vitais para a estabilidade e o desenvolvimento do turismo global, afirma o Ministro do Turismo da Jamaica

maxresdefault

KINGSTON, Janeiro de 2019:  Com um recorde de 4,31 milhões de viajantes visitando a Jamaica em 2018, a indústria do turismo da ilha está prestes a aumentar suas taxas de crescimento com a expansão dos investimentos nas pequenas e médias empresas ligadas ao turismo (SMTE) , afirmou o Ministro do Turismo da Jamaica Exmo. Edmund Bartlett, CD, MP.

 O Min. Bartlett falou nesta terça-feira na “Segunda Conferência Mundial sobre Trabalho e Crescimento Inclusivo: Pequenas e Médias Empresas de Turismo”, realizado pela Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas (UNWTO) e pelo Ministério do Turismo da Jamaica.

 Mais de 80 por cento do turismo na Jamaica hoje, é gerido pelas pequenas e medias empresas.

“Aumentar o investimento na economia nacional e em seus cidadãos resultará em maiores recursos para promover uma experiência aprimorada ao visitante”, disse o Ministro. “Aqui na Jamaica, a través de uma ampla gama de estratégias que abrangem educação, treinamento especializado e financiamento de crédito, estamos profissionalizando a indústria de turismo do país, para que cada vez mais cidadãos possam se equiparar a profissionais de viagens ao redor do mundo”.

 Mais de 200 membros da SMTE  se reuniram no Montego Bay Convention Center, em Montego Bay, na Jamaica, para participar de discussões lideradas por uma lista impressionante de palestrantes  e conferencistas internacionais e locais, incluindo: O Ministro da Indústria da Jamaica, Audley Shaw, CD, MP; Jaime Cabal, Vice-Secretário-Geral da UNWTO; Nestor Mendez, Secretário-Geral Adjunto da Organização dos Estados Americanos; e Álvaro Uribe Vélez, ex-presidente da Colômbia, que fez a palestra principal da conferência.

“O setor de pequenas e médias empresas é o que mais contribui para o turismo na Jamaica, mas apenas 20% da receita da SMTE retorna para ele”, acrescentou o Min. Bartlett. “Hoje, reativamos o diálogo sobre como reequilibrar essa anomalia e apoiar as boas ideias com capital de investimento.” Disse que existem estratégias para permitir que as SMTEs compreendam seu potencial, passando assim de operadores “domésticos” para estabelecidos, e tornando-se fontes confiáveis de renda sustentável e de longo prazo.

Recentemente, o Ministério do Turismo direcionou quase 1 bilhão de dólares jamaicanos para o Banco de Exportação e Importação dos Estados Unidos para fornecer empréstimos a uma taxa de quatro e meio por cento para as SMTEs da Jamaica, o que gerou uma resposta massiva dos proprietários das pequenas empresas locais.  “Até hoje, cerca de 950 milhões de dólares americanos foram emprestados a mais de 70 entidades e que também estão fazendo reembolsos com juros. Em abril,  132 milhões de dólares jamaicanos em juros teriam sido pagos, ” disse o Ministro.

Além disso, a Organização dos Estados Americanos (OEA) alocou um total de 500.000 dólares americanos para aumentar a resiliência das SMTEs a desastres naturais e interrupções no turismo. O projeto, que está sendo executado há dois anos, é financiado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos e administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Integral da OEA.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo - Escritório de Negócios SCLN 201 - Bloco "C" - sala 112 Brasília - DF - CEP: 70.832-530 Telefone: (61) - 3201-8602 Celulares: (61) 98117-4456 - E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo