ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Negócios e conteúdo: sucesso no segundo dia da WTM Latin America

voenews

O segundo dia da WTM Latin America focou em geração de negócios. Até esta quinta, 4, o Expo Center Norte, em São Paulo, recebe o principal evento de turismo da América Latina voltado para o público B2B, que chega a sua 7ª edição. Mais de 600 expositores de 50 nacionalidades apresentam as novidades para um público qualificado e com alto potencial para geração de negócios.

Abrindo o dia de palestras e painéis, a Embratur apresentou as tendências de consumo e viagens para 2019. Buscando inspirar os profissionais de turismo, Angela Baltazar, chefe de divisão da Coordenação-Geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Turismo da Embratur, apresentou o que esperar do mercado para 2019. Com base em dados da Skift, Euromonitor, Trekksoft, OMT e MTur, a palestra ajudou expositores e visitantes a entender melhor as necessidades e desejos dos turistas.

As tendências apontam para roteiros que estimulem a transformação interna e experiências singulares. “Os viajantes buscam mais do que entrar em contato com a história e cultura de um lugar, querem imergir e se sentir parte dela”, explica. Outro comportamento em alta segue a linha do joy of missing out, sendo o turismo imprescindível para vivenciar momentos de valorização do tempo offline.

O perfil dos solo travellers e destinos que combinem business e lazer – o bleisure – também foram abordados pela representante da Embratur. “As pessoas querem se submeter a situações adversas às que vivem no dia a dia”, aponta. Ela ainda deu alguns exemplos de destinos que abordam parte destas novas tendências, como a Área 47, na Áustria, Interlaken, na Suíça, e Queenstown, na Nova Zelândia.

A Embratur também aproveitou o momento para lançar um documento de inteligência, produzido sobre cada estado brasileiro, informando sobre os principais portões de entrada de turistas estrangeiros. Os materiais foram disponibilizados pelo instituto no site www.visitbrasil.com.

Influenciadores digitais se reúnem com representantes de destinos e expositores

A agenda do dia seguiu com muito conteúdo voltado para o desenvolvimento profissional da indústria. Cada vez mais os consumidores recorrem a influenciadores digitais em redes sociais, blogs, vídeos e artigos de experiências para decidirem suas viagens e, acompanhando a tendência do mercado, o espaço foi um sucesso na WTM Latin America.

Na Networking Area, trinta blogueiros e influenciadores de viagens participaram, em rodadas de cinco minutos para conversar com os representantes, expositores e visitantes. Além de impulsionar o relacionamento entre os players do mercado, o espaço proporciona visibilidade para as marcas e o início para parcerias de negócios.

Ana Clara Cruz, do Hotel Urbano, acredita que os influenciadores digitais são ótimos agregadores de conteúdo, e vê estes espaços como fundamentais. “É ótimo porque entramos em contato com pessoas que têm um potencial muito grande e que produzem muito conteúdo de qualidade”, afirma. Márcio Ciamatti, do blog A Janela Laranja, concorda com o sucesso das mesas de networking: “Revi parceiros antigos e encontrei novos, é muito bacana”.

O que vem pela frente depois da certificação

O dia contou, também, com um debate sobre a importância de possuir um certificado de sustentabilidade no Inspire Theatre. Teresa Llusá, diretora social do Green Tourism, Erica Lobos, gerente para o México e a América Latina da Earth Check, e Alexandre Garrido, coordenador da Sextante Consultoria, falaram sobre os diferentes tipos de certificação e sua força atual no mundo do turismo.

Teresa apresentou o Green Tourism, uma das primeiras certificações de sustentabilidade do mundo, e ressaltou que hoje existe uma nova geração de certificados de turismo sustentável. Segundo ela, o Green Tourism adentrou no campo digital e busca atender cada vez mais novas empresas e destinos com interesse em afirmar o seu negócio desta maneira. Já Erica destacou que “sustentabilidade não é conseguida sozinha, é um esforço integrado”. Ela falou, ainda, que existe a responsabilidade de conscientizar quem está entrando na indústria do turismo sobre a importância da sustentabilidade. Garrido, por sua vez, explicou o que é um certificado, o que leva uma empresa a busca-los e os benefícios que eles agregam aos negócios.

Além disso, os três palestrantes ressaltaram o novo perfil do viajante: pessoas preocupadas com o meio ambiente e que buscam, cada vez mais, programas de turismo sustentável.

Do Brasil para o Equador

O Equador realizou sua coletiva de imprensa e apresentou as novidades do destino. Um dos destaques foi o voo direto oferecido pela Gol, que desde dezembro permite que brasileiros viagem para Quito com maior facilidade. É o único do país e dura menos de seis horas. A cidade foi a primeira a receber o título de patrimônio cultural da humanidade. Ruben lara, coordenador de América Latina da Quito Turismo, afirmou que a junção de tradição, gastronomia e aventura são os maiores atrativos para quem chega a cidade. Zharife Kure, coordenadora de projetos turísticos e qualidade do municipal de Turismo de Guayaquil, apresentou as belezas da costa do país, que é casa para 10% dos pássaros do mundo. Segundo os dados apresentados, em 2018, 22 mil turistas brasileiros visitaram o país, com um gasto médio de 1300 dólares e estadia média de cinco noites.

Uber para Empresas

Durante a tarde, a Corporate Travel Area recebeu Phil Chaves, diretor da Uber na América Latina, para falar sobre a nova divisão do aplicativo: Uber para Empresas. Durante a palestra, Chaves discutiu os caminhos que a Uber está tomando para entrar no mercado corporativo e como a tecnologia está mudando o futuro das viagens de negócios.

Chaves explicou como a Uber está se posicionando nos setores hoteleiro, aéreo, varejista e de seguros. Ele mostrou a campanha lançada na última semana sobre segurança e apresentou os futuros empreendimentos de mobilidade urbana da empresa: Jump e Uber Air.

Curso HSMAI Brasil

A Corporate Travel Area também foi palco de um workshop com a Gabriela Otto, presidente da HSMAI Brasil (Hospitality Sales and Marketing Association International). A apresentação, cujo objetivo era explicar o conceito e a aplicação de Revenue Management, falou sobre a gestão e distribuição aplicadas às viagens corporativas.

Ela, também, juntou os membros da plateia em duplas e trios para participarem de um Jogo do Yield (um jogo de gestão da oferta), que tem como meta ganhar mais dinheiro em uma semana ao organizar a agenda de reservas de um hotel. A intenção de Gabriela, no entanto, era desmistificar a precificação dinâmica, mostrando, com o jogo, como tirar proveito dela.

Finalizando o segundo dia, a coletiva geral com a Luciane Leite, diretora da WTM Latin America, apontou o sucesso da 7ª edição do evento, que está alcançando o objetivo de levar a América Latina para o mundo e trazer o mundo para a América Latina. “Estamos muito contentes com os feedbacks recebidos. Visitantes e expositores estão satisfeitos com a entrega do evento, com as possibilidades de negócios e com a qualidade dos encontros gerados com um público altamente qualificado.” comenta a executiva.

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo - Escritório de Negócios SCLN 201 - Bloco "C" - sala 112 Brasília - DF - CEP: 70.832-530 Telefone: (61) - 3201-8602 Celulares: (61) 98117-4456 - E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo