ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Embratur apresenta a percepção do trade internacional com relação ao Brasil

abav2018

O Panorama de Comercialização traz a opinião do trade internacional sobre o receptivo brasileiro, bem como os pontos fortes e fracos do país

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) lançou a segunda edição do Panorama de Comercialização em que apresenta a percepção do trade turístico internacional em relação ao receptivo brasileiro, que são fornecedores do segmento no país. O documento traz informações dos 14 principais países emissores de visitantes estrangeiros para o Brasil.

“Além de destacar a visão dos profissionais que comercializam para os turistas interessados no País, o material mostra quais são as principais características do destino Brasil, principais concorrentes, os segmentos e nichos mais procurados e respectivos destinos com apelo na geração de negócios”, explica a presidente do Instituto, Teté Bezerra.

O trade turístico internacional, responsável pelos dados fornecidos no Panorama de Comercialização, é composto por operadores e agências de viagens, companhias aéreas e players da indústria de turismo, como as associações. O produto possui destaques de cada país (Argentina, Alemanha, Canadá, Chile, Colômbia, EUA, Japão, França, Portugal, Itália, Espanha, Rússia, Paraguai e Reino Unido). Os lançamentos de novos voos, de frequências e as ações mais demandadas no mercado também constam no material.

O material mostra, por exemplo, que, na Alemanha, a diversidade de oferta turística é um fator que contribui para a escolha do destino Brasil. Na Argentina, a proximidade, a grande extensão de praias e a boa conectividade aérea são os principais destaques do trade em relação ao País. Canadá, Estados Unidos, Japão e Rússia afirmam que a distância e a baixa oferta de voos diretos dificultam a comercialização. No entanto, no mercado norte-americano, o trade demonstrou boas expectativas em relação ao visto eletrônico. Já na Rússia, o Brasil é considerado um País exótico pela natureza diversificada, com rica fauna e flora, e atrativo pelo Carnaval.

Devido à proximidade, nos demais países sul-americanos, como Chile, Colômbia e Paraguai, o destaque é para a grande oferta de frequências de voos semanais. Além disso, os chilenos reforçam a hospitalidade brasileira como fator diferencial, os colombianos se sentem atraídos pelos preços e os paraguaios pela variedade de opções para diferentes tipos de público e faixa de renda.

Na Europa, Espanha, França e Itália também foram consultados. Os franceses demonstraram boas expectativas em relação ao aumento na oferta e voos e, os italianos, escolhem os destinos brasileiros pela possiblidade de fazer roteiros com os países vizinhos da América do Sul.

“Para a elaboração do documento, consolidado pela Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, foram utilizadas informações de pesquisas realizadas pelos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs), junto ao trade turístico de cada mercado”, informa a chefe de Divisão da Coordenação-Geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Turismo, Angela Baltazar.

Clique para comentar

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo - Escritório de Negócios SCLN 201 - Bloco "C" - sala 112 Brasília - DF - CEP: 70.832-530 Telefone: (61) - 3201-8602 Celulares: (61) 98117-4456 - E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo