Cias Aéreas

Air Canada e Transat A.T. Inc. Concluem o Acordo Definitivo para a Associação das duas Empresas

VOENEWS
O Conselho de Administração da Transat aprova por unanimidade o acordo e recomenda a aprovação por parte dos acionistas

•    A combinação da Melhor Companhia Aérea da América do Norte e da Melhor Companhia Aérea de Lazer do mundo, ambos os títulos recebidos da Skytrax, para criar uma líder global nos setores de lazer, turismo e distribuição de viagens com sede em Montreal. O acordo vai garantir mais opções de destinos aos canadenses e promover o turismo de mão dupla.

•    As marcas Air Transat e Transat devem ser mantidas para complementar as marcas Air Canada, Air Canada Rouge e Air Canada Vacations.

•    A sede da Transat e as funções-chave serão mantidas em Montreal; a associação made-in-Quebec vai fornecer uma plataforma atraente para o crescimento no futuro e para empregos.

•    A compra de ações em circulação da Transat – CAD$13 por ação – está sujeita a aprovações regulatórias e de acionistas. O preço de compra representa um prêmio de 156% sobre o preço médio ponderado por volume de 30 dias (VWAP, na sigla em inglês) das ações da Transat e 143% sobre o VWAP11 de 90 dias antes do anúncio de um potencial processo de venda da Transat em 30 de abril.

 

São Paulo, 28 de junho de 2019 – A Air Canada e a Transat A.T. Inc. anunciaram a conclusão do Acordo de Organização Definitivo, que prevê a aquisição pela Air Canada de todas as ações emitidas e em circulação da Transat, além da associação da empresa com a Air Canada. Sob os termos do acordo vinculante, aprovado por unanimidade pelo Conselho de Administração da Transat, a Air Canada vai adquirir todas as ações em circulação da Transat por CAD$13 por ação. O valor da transação em dinheiro é de aproximadamente CAD$520 milhões.

“Estamos muito satisfeitos por termos chegado a este acordo definitivo, que vai associar a Transat e a Air Canada para alcançar o melhor resultado possível para todas as partes envolvidas. Para os acionistas da Transat e da Air Canada, essa combinação oferece excelente valor, ao mesmo tempo em que proporciona maiores perspectivas de crescimento e mais segurança no trabalho para os funcionários de ambas as empresas. A Air Canada pretende preservar as marcas Transat e Air Transat e manter a sede da Transat, e suas principais funções, em Montreal. Ambas as empresas se destacam pela qualidade, como foi demostrado pelo Skytrax Awards de 2019. No competitivo mercado global de viagens de lazer, as empresas incorporadas vão oferecer aos viajantes capacidades aprimoradas e o acesso a novos destinos, além de mais tráfego de conexão e o aumento do número de frequências. A economia de Quebec vai ter a vantagem de ter em Montreal um campeão global voltado para o crescimento da aviação, o negócio mais internacional do mundo”, disse Calin Rovinescu, Presidente e CEO da Air Canada.

“Estamos muito satisfeitos em unir forças com um participante tão bem sucedido em nossa indústria. A associação com a Air Canada dará à Transat novas perspectivas de crescimento, com o apoio de uma forte rede que oferece muitas opções para conectar o tráfego. Essa transação, integralmente financiada em dinheiro, é a plataforma ideal para a presença da Transat e para os empregos em Montreal. Portanto, ela representa a melhor opção para todas as partes interessadas: funcionários, fornecedores, parceiros e acionistas “, disse Jean-Marc Eustache, Presidente e CEO da Transat. “Para nossos clientes, o acordo vai oferecer ainda mais opções e possibilidades. Por enquanto, eles podem continuar reservando seus voos e pacotes com total confiança, já que todas as reservas serão honradas antes e depois do fechamento da transação. ”

A transação permanece sujeita a aprovações regulatórias e de acionistas, além de outras condições de fechamento que são usuais neste tipo de negócio. Se tais aprovações forem obtidas e as condições forem atendidas, a transação deverá ser concluída no início de 2020.

Aprovação unânime do Conselho de Administração da Transat

 Seguindo uma abordagem da Air Canada no outono de 2018, a Transat e a Air Canada iniciaram discussões no final de 2018 para explorar uma possível associação. A Transat formou um Comitê Especial de conselheiros independentes para, com a assistência de consultores financeiros e jurídicos, avaliar a proposta, considerar e, se julgar conveniente, realizar um processo para a revisão formal de alternativas estratégicas, estudar qualquer outra proposta e fazer recomendações ao Conselho de Administração visando o melhor interesse da Corporação e de todas as partes envolvidas. Desde então, o Comitê Especial do Conselho de Administração da Transat e seu Conselho de Administração se reuniram várias vezes em conexão com todas as manifestações de interesse recebidas pela Transat, incluindo a proposta da Air Canada.

Em 30 de abril de 2019, a Corporação anunciou ter recebido manifestações de interesse e de estar em fase de discussões preliminares com mais de uma parte sobre uma transação potencial envolvendo a aquisição da mesma.

Em 15 de maio de 2019, a Air Canada e a Transat celebraram uma Carta de Intenções com um período de exclusividade para concluir a devida diligência e para finalizar a documentação definitiva, que reflete os termos acordados. Após essa data, outras partes continuaram a manifestar interesse não solicitado e não vinculativo na Transat.

Em 26 de junho de 2019, após uma extensa revisão, o Comitê Especial do Conselho de Administração da Transat concluiu, por unanimidade, que a associação com a Air Canada e a celebração do acordo são do interesse da Transat e de suas partes envolvidas, incluindo funcionários, clientes, acionistas, parceiros e fornecedores. O Comitê foi unânime na recomendação deste negócio ao Conselho de Administração da Transat.

Em 27 de junho de 2019, o Conselho de Administração da Transat, entre outras considerações, recebeu e considerou a recomendação do Comitê Especial, determinando por unanimidade que a transação atende aos melhores interesses da Transat e de suas partes interessadas. O Comitê aprovou o Acordo e recomendou que os acionistas da Transat votassem a favor da transação. Além disso, cada um dos diretores e executivos da Transat firmou um acordo de apoio à votação – todos se comprometeram a votar a favor da transação.

Cada um dos bancos, National Bank Financial e BMO Capital Markets, forneceu ao Conselho de Administração da Transat uma opinião de que, a partir da data do acordo, foi justa a contraprestação a ser recebida pelos detentores de ações da Transat com relação à transação. Este foi o ponto de vista financeiro de tais detentores em cada caso sujeito às respectivas limitações, qualificações, premissas e outros assuntos previstos em tais opiniões.

Os termos do Acordo de Organização prevêem uma taxa de rompimento de CAD$15 milhões, a qual deverá ser paga pela Transat em caso de rescisão do contrato em determinadas circunstâncias, inclusive mediante a aceitação de uma Proposta Superior não correspondida pela Air Canada. Sob o Acordo de Organização, uma Proposta Superior é definida, em parte, como uma proposta de aquisição por escrito, de boa fé e não solicitada, que é feita em dinheiro a um valor por ação firme igual ou superior a CAD$14. Tal proposta deve comprometer totalmente o financiamento de uma instituição financeira ou de uma organização similar (ou ser feita por uma pessoa com dinheiro disponível). Do ponto de vista financeiro, e em acordo com os acionistas da Transat, o Conselho de Administração da empresa precisará determinar em seu julgamento de boa fé, após receber assessoria jurídica e financeira, que a transação seria mais favorável e do interesse da Transat, assim como de suas partes envolvidas. Os termos e condições para a elaboração de uma Proposta Superior e sua definição completa estão contidos no Acordo de Organização.

O Acordo de Organização também prevê o pagamento pela Air Canada de uma taxa de quebra reversa de um valor máximo de CAD$ 40 milhões, no caso de o contrato ser rescindido porque não são obtidas aprovações regulatórias ou governamentais, sujeitas a certas condições.

Mais detalhes sobre os termos da transação estão definidos no Acordo de Organização. A aquisição prosseguirá por meio de um plano aprovado pelo tribunal, de acordo com o Canada Business Corporation Act. Informações adicionais sobre os termos do Acordo de Organização e os antecedentes da transação serão fornecidos na circular de informações para a reunião especial dos acionistas da Transat. Cópias do Acordo de Organização e da circular de informações serão disponibilizadas no SEDAR no link www.sedar.com.

A Air Canada contratou a Morgan Stanley como consultora financeira e a Stikeman Elliott LLP como consultora jurídica. A Transat contratou o National Bank Financial como consultor financeiro e a Fasken como consultor jurídico. A BMO Capital Markets e a Norton Rose Fulbright atuam, respectivamente, como consultores financeiros e jurídicos do Comitê Especial do Conselho de Administração da Transat.

Sede da Air Canada em Montreal

Sediada em Montreal desde 1949, a Air Canada mantém uma das maiores sedes globais em Quebec e foi nomeada uma das maiores empregadoras de Montreal nos últimos seis anos. A Air Canada emprega 36.000 funcionários em todo o mundo, com aproximadamente 10.000 na província de Quebec, onde criou mais de 2.600 novos empregos nos últimos cinco anos. O Presidente e CEO da Air Canada e os outros membros do Comitê Executivo ficam na sede de Montreal.

A Air Canada atende 11 aeroportos em toda a Província de Quebec. O Aeroporto Montreal-Trudeau é um centro estratégico para a empresa, conectando sua rede doméstica de Quebec e do Canadá Atlântico com seus voos entre fronteiras com os EUA, caribenhos, europeus, norte-africanos, asiáticos e sul-americanos. Apenas para os EUA, a Air Canada conecta o Aeroporto Montreal-Trudeau a cerca de 24 cidades.

Desde 2012, a Air Canada lançou 35 novas rotas a partir do Aeroporto Montreal-Trudeau para mercados globais, incluindo Xangai, Pequim, Tóquio, Tel Aviv, Lima, São Paulo e Casablanca. Esse crescimento permitiu que Montreal se classificasse entre as 50 cidades do mundo mais conectadas internacionalmente e se tornasse um dos maiores hubs norte-americanos.

A Air Canada atendeu mais de 10 milhões de passageiros em Montreal em 2018.

 Caution Regarding Forward-Looking Information

Este comunicado de imprensa inclui declarações de previsão de acordo com as leis de valores mobiliários aplicáveis. As previsões futuras, por sua natureza, são baseadas em suposições e estão sujeitas a riscos e incertezas importantes. Declarações prospectivas não podem ser consideradas devido, entre outras coisas, à alteração de eventos externos e incertezas gerais dos negócios. Os resultados reais podem diferir materialmente dos resultados indicados nas declarações prospectivas, devido a vários fatores. A aquisição da Transat A.T. Inc. está sujeita à negociação satisfatória de documentos de transação, aprovação dos acionistas da Transat A.T. Inc., aprovação judicial, aprovações regulatórias e certas condições regulares, entre outras. E não há garantias de que a aquisição será concluída conforme descrito neste comunicado à imprensa ou em qualquer forma. Quaisquer declarações prospectivas contidas neste comunicado à imprensa representam expectativas a partir da data deste comunicado e estão sujeitas a alterações após essa data. No entanto, exceto conforme exigido pelas regulamentações de valores mobiliários aplicáveis, qualquer intenção ou obrigação de atualizar ou revisar quaisquer declarações prospectivas seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma, é renunciada.

 Sobre a Air Canada

A Air Canada é a maior companhia aérea doméstica e internacional do Canadá, atendendo a mais de 220 aeroportos nos seis continentes. A transportadora de bandeira do Canadá está entre as 20 maiores companhias aéreas do mundo e em 2018 atendeu mais de 51 milhões de clientes. A Air Canada oferece serviço regular de passageiros diretamente para 63 aeroportos no Canadá, 54 nos Estados Unidos e 100 na Europa, Oriente Médio, África, Ásia, Austrália, Caribe, México, América Central e América do Sul. A Air Canada é membro fundador da Star Alliance, a rede de transporte aéreo mais abrangente do mundo, atendendo 1.317 aeroportos em 193 países. A Air Canada é a única operadora de rede internacional na América do Norte a receber uma classificação de quatro estrelas, de acordo com a Skytrax, empresa de pesquisa independente do Reino Unido, que em 2019 também nomeou a Air Canada como a Melhor Companhia Aérea da América do Norte. Para mais informações, visite: aircanada.com/media, siga @AirCanada no Twitter e participe da Air Canada no Facebook.  Internet:aircanada.com.

 

Sobre a Transat AT Inc.

A Transat A.T. Inc. é uma empresa líder em turismo internacional integrado, especializada em viagens de férias. Oferece pacotes de férias, estadias em hotéis e viagens aéreas sob as marcas Transat e Air Transat para cerca de 60 destinos em mais de 25 países nas Américas e na Europa. A Transat está firmemente comprometida com o desenvolvimento do turismo sustentável, como refletido em suas múltiplas iniciativas de responsabilidade corporativa nos últimos 12 anos, e recebeu a certificação Travelife em 2018. Com sede em Montreal, a empresa tem 5.000 funcionários. (TSX: TRZ).

_____________________________

Nos dois casos anteriores a 30 de abril de 2019, data do anúncio público da Transat sobre as manifestações de interesse de potenciais compradores.

 

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo - Escritório de Negócios SCLN 201 - Bloco "C" - sala 112 Brasília - DF - CEP: 70.832-530 Telefone: (61) - 3201-8602 Celulares: (61) 98117-4456 - E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo