_Destaque

5 Pergundas para HUGNEY VELOSO – Diretor da DF TURISMO (Agente de Viagens)

hugney Veloso

1) VOENEWS: Sabemos que você é um dos tradicionais profissionais do turismo de Brasília, com atuação em vários segmentos, o ano de 2016 está começando de verdade, na sua visão o que os agentes de viagens pode esperar deste ano ?

Hugney Veloso: 2016 será um ano de muita luta e com grandes desafios para os agentes de viagem.
Como aconteceu em 2015, a incerteza política e econômica que tomou conta do nosso país continuam muito fortes e isso traz danos muito profundos à industria do turismo em geral.

Redução de oferta em voos, credito mais difícil e caro, variação cambial, novo IRRF, etc. São fatores que atingem em cheio o segmento das agências de viagens e serão os grandes desafios a serem vencidos. O ano será de reinvenção e da descoberta de novos caminhos para as empresas, pois quem ficar parado tem uma grande chance de chegar ao fim do ano com as portas fechadas.

2) VOENEWS: Muitos insistem em dizer que a profissão dos agentes de viagens está “acabando” principalmente devido a facilidade de se adquirir viagens na internet você com sua experiência e vivência acredita nesta tese ?

Hugney Veloso: Resposta: A profissão do agente de viagens, como em vários e diversos setores, passa por um profundo momento de mudança, mas não acredito que acabará.

Como as empresas, os agentes de viagem precisarão se reinventar e se profissionalizar cada vez mais e acredito eu, que a especialização em determinado setor ou segmento é o caminho para a manutenção da profissão e para a valorização do profissional.

A internet é uma excelente ferramenta de pesquisa e conhecimento, inclusive para a próprio agente, mas não substitui o conhecimento e a experiência de um bom profissional.

3) VOENEWS: Estamos vendo as grandes empresas fazendo fusões e incorporações no sentido de se fortalecerem e até se manterem competitivas. Acredita que as agência deverão seguir esta tendência ou trata-se de um outro modelo de negócios ?

Hugney Veloso: As fusões e incorporações acontecem em diversos setores da economia e com o turismo não podia ser diferente. É um modelo que chega ao nosso segmento para ficar e creio que ainda veremos muito mais no decorrer desse e dos próximos anos, principalmente se a economia não reagir de uma forma rápida e positiva. Pode ser um caminho interessante para as médias e grandes empresas do setor, para as micro e pequenas, acredito que o sistema cooperativo é uma opção.

4) VOENEWS: Você soube se reinventar de acordo com as tendências de mercado, principalmente atuando em diversos segmento, forma de atuação e até localidade, poderia falar das suas mudanças e adaptações a cada cenário apresentado pelo mercado ?

Hugney Veloso: É necessário que o empresário esteja constantemente olhando para as possibilidades ao seu redor, mas é mais importante ainda ele olhar para dentro do seu próprio negócio.

A reinvenção e atuação em frentes diferentes, são necessidades claras diante do cenário que aí está, mas muito mais importante é a especialização no segmento que você pretende atuar e foi isso que fizemos aqui na DF. Definimos o foco, trouxemos profissionais qualificados em suas áreas, demos liberdade e autonomia para eles e a partir daí, trabalhamos para atingir os objetivos investindo em pessoal e tecnologia.

5) VOENEWS: A internet está disponível para o cliente, mas também para o agente, como você acredita que os profissionais de turismo devem fazer uso desta ferramenta para obterem maior competitividade, agilidade e concorrerem com os sites de vendas on-line ?

Hugney Veloso: Com a internet o perfil dos nossos clientes, principalmente o passageiro “pessoa física”, mudou completamente. Hoje ele senta em frente a um agente de viagens, já com várias pesquisas e roteiros prontos, o que nos obriga a realmente entendermos e termos a excelência no atendimento a na informação, então é necessária realmente a especialização e a internet pode muito nos ajudar com isso, seja com pesquisas simples, cursos on-line ou até mesmos graduação a distancia.

As OTAS são uma realidade e vieram definitivamente para ficar, então a rota de colisão não é mais uma opção para nós agentes de viagem. Vejo que alguns sites e empresas de internet, já começam a buscar parceria junto às agencias de turismo e aí está uma boa possibilidade de ganho.

Outro passo fundamental é o investimento em tecnologia, mídia digital e redes sociais como forma de estarem presentes em um mercado que a cada ano cresce e se torna muito mais forte, tanto junto aos clientes como aos fornecedores.

Mensagem de Hugney Veloso – AGENTES DE VIAGENS – Diretor da DF Turismo para o mercado de turismo:

Agradeço ao Voenews pela oportunidade maravilhosa de aqui estar. Parabéns Moisés e toda a sua equipe!

Deixo aqui meu sincero abraço e admiração a todos os agentes de viagem, que mesmo com tantas dificuldades continuam firmes e fortes nessa atividade tão maravilhosa.

O ano é de dificuldade sim, mas nada melhor que um bom desafio para nos deixar mais fortes, preparados e orgulhosos de nós mesmo.

Aproveito para convidar todos vocês a conhecerem um pouco mais da ABAV/DF entidade da qual faço parte e que, creio eu, pode ser uma grande parceira nesse momento tão difícil.

2 Comentário

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo