Cias Aéreas

DSV Panalpina faz primeiro embarque aéreo de cargas conjunto após fusão

unnamed (1)

Operações da nova empresa estão começando, à medida que as primeiras remessas de cargas são transportadas por meio de suas respectivas redes combinadas

Recentemente, a equipe norte-americana da DSV Aeroespacial transportou um motor de avião, ou mais precisamente, peças de motor, de Huntsville, nos Estados Unidos, à Luxemburgo, na Europa. A partir dali, as partes foram levadas para a fábrica da Airbus, em Toulouse, na França. Esta foi a primeira vez, após o anúncio da fusão, que a nova empresa, DSV Panalpina, atendeu um cliente por meio de suas respectivas redes de operações combinadas – em especial, através do Charter Network (rede global de vôos próprios da empresa).

Na prática, estas peças, chamadas de reversores de impulso – produzidos por um fabricante aeroespacial – são acopladas aos motores, que, por sua vez, são montados em aeronaves Airbus A320neo. A DSV faz negócios com o fabricante dos reversores e com o produtor de motores há mais de vinte anos.

E desde 1990, a Panalpina é a única grande companhia de agenciamento de cargas a oferecer uma rede própria de fretamentos para o frete aéreo, o Charter Network. Agora, este mesmo serviço pode atuar como uma transportadora interna para toda a rede DSV Panalpina, além de ser um ativo exclusivo que a diferencia de todas as outras grandes empresas deste mercado.

Charter Network utiliza aeronaves fretadas para garantir maior capacidade e está estruturado para lidar tanto com embarques expressos quanto especiais. Um de seus maiores benefícios é o controle. A empresa não gerencia apenas as aeronaves em rotas específicas, mas também planos de vôo continentais e processos em terra, garantindo o melhor controle possível de porta a porta.

Isto é só o começo; haverá muito mais oportunidades para o transporte de peças e motores de aeronaves. Somente em 2018, a DSV Aeroespacial movimentou 2.300 unidades. A próxima remessa, inclusive, já está prevista, para um motor que foi revisado em Hannover, na Alemanha. O equipamento será transportado por caminhão até Luxemburgo e de lá voará através do Atlântico até o México, com escala em Huntsville, nos Estados Unidos.

As operações da DSV Panalpina estão apenas começando!

 

Mais Lidas

VOENEWS - Notícias do Turismo Escritório de Negócios QNN 7 Conjunto "L" - Lote 47 - Loja 01- CEP: 72225-080 Telefone: (61) - 3202-8600 - Celulares: (61) 98117-4456 E-mail: contato@voenews.com.br

EVENTOS DO TURISMO

NOTÍCIAS DA HOTELARIA

Copyright © 2011 - VOENEWS - Notícias do Turismo

para o Topo